Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 16, 2012

AMOR DE GENTE GRANDE…

Amor de corpo inteiro. Um amor que transcende, transpira, transborda. Amor com mãos e pés. Com dedos, braços, pernas, barriga, pele e abraços.Um amor que surpreende, sem nada inventar, sem precisar exagerar, sem ter que sempre entender. Simplesmente ser… preencher, existir!Amor que não investiga, que não desconfia, que não acusa.Amor de palavras, mas também de silêncio. Um silêncio que aquieta o coração, que acaricia a alma e alivia as dores!Amor que esvazia, que abre espaço, que permite.Amor sem regras, sem pressões, sem chantagens. Amor que faz crescer.
Amor de gente grande, de coração gigante, de alma transparente.
Amor que permanece. De mim para mim, de mim para você, de você para mim.
Amor que invade respeitando, que adentra acariciando, que ocupa com leveza. Amor sem ego. Que acolhe, perdoa, reconhece.Amor que desconhece para conhecer, que nunca lembra porque não esquece! Amor que é… assim, sem mais nem menos, sem eira nem beira, sem quê nem porquê.Simplesmente simples, despretensi…

JUNG E O PROCESSO DE INDIVIDUAÇÃO

O processo que Jung designou como o processo de individuação, pode ser entendido como o processo de tomada de consciência da totalidade humana. Por totalidade se entende uma atitude que vai além dos opostos exclusivistas e pelo esforço para a integração desses opostos. É a estrutura da totalidade que, desde o seu nascimento, é o aspecto fundamental do ser humano e que Jung se refere como o Self. Essa totalidade é primeiro situada na mãe. A mãe cuida do recém-nascido atendendo a todas as suas necessidades como a satisfação da fome, da proteção contra o frio, cuidando do sono e da segurança do bebê. Nessa fase a criança experimenta inquestionável segurança e proteção no amor maternal. Após um ano, a criança se “liberta” da mãe e da necessidade de segurança satisfeita nasce uma relação de confiança. A segurança resultante é a base para a terceira fase, que começa no final do segundo ano de vida, em que o centro do Self torna-se consolidado no inconsciente da criança e começa a manifestar…