Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 6, 2012

Como trabalhar a simbologia dos sonhos....

O psicólogo - ao trabalhar com a interpretação dos símbolos do Inconsciente aparecidos nos sonhos - o faz não para usar uma explicação que nos defenda deles e de seus surpreendentes mistérios; nem para se colocar (e ao seu cliente) em uma posição de poder quanto à experiência do sonho, e sim, faz a interpretação dos sonhos para convidar a mente consciente a um maior contato com a fonte primordial de toda energia: o INCONSCIENTE, gerador da energia vital da qual a CONSCIÊNCIA se serve para existir e funcionar.

A este plano sempre presente em nossas vidas, mas nem sempre aceito como real, nós psicólogos damos o nome de INCONSCIENTE.
A CONSCIÊNCIA DE VIGÍLIA tem que ser conduzida a se soltar e a relaxar seus medos frente a este fato da vida, pois a conseqüência de não faze-lo, pode ser A ETERNA PRISÃO AO PASSADO E AOS AUTOMATISMOS E CONDICIONAMENTOS ADQUIRIDOS.
É bom não esquecer que podemos “estar fazendo tudo certinho” e nem assim nos aproximarmos da autoconsciência nem de nossa possibi…

Psicologia e Budismo

O físico Fritjof Capra, em seu livro O Tao da Física, nos fala que o budismo - ao contrário do hinduísmo que lhe serviu de preparação e que possui um forte colorido mitológico e ritualístico - tem um caráter e um "sabor" eminentemente psicológicos. Segundo Capra, "Buda não estava interessado em satisfazer a curiosidade humana acerca da origem do mundo, da natureza do Divino ou questões desse gênero. Ele estava preocupado exclusivamente com a situação humana, com o sofrimento e frstrações dos seres humanos. Sua doutrina, portanto, não era metafísica; era uma psicoterapia. Buda indicava a origem das frustrações humanas e a forma de superá-las. Para isso, empregou os conceitos indianos tradicionais de maya, karma, nirvana,etc., atribuindo-lhes uma interpretação psicológica renovada, dinâmica e diretamente pertinente." (Capra, 1986, p. 77). Ele havia dedicado-se a um aspecto da evolução humana: a autocompreensão para por fim ao sofrimento humano, e só a este aspecto se…