Caminhe!

"Há três caminhos. O primeiro é o caminho da ação - o mais duro, o mais difícil, o mais masculino. Moisés, Maomé, Rama, Patanjali, Gurdjieff- essas pessoas pertencem ao caminho da ação. Algo tem que ser feito para alcançar Deus; grande esforço é necessário, esforço absoluto é necessário, ele é árduo e penoso. Mas há pessoas que sempre gostam de ir pelo caminho mais difícil. Essa é a sua escolha - elas amam isso, elas amam o desafio disso.
O segundo caminho é o caminho do conhecimento. Está no meio - nem muito difícil, nem muito simples, nem muito fácil, nem muito complexo também. O primeiro é muito complexo, Gurdjieff é muito complexo; o segundo é o caminho do conhecimento, exatamente no meio. Buda - Buda chamou ou seu caminho de caminho do meio, majjhim nikai - Mahavira, Shankara, Ramana, Krishnamurti: essas são pessoas que percorrem o caminho do conhecimento. Ele não é tão árduo como o primeiro, e não é tão relaxado quando o terceiro; está exatamente no meio. As pessoas que não saõ muito masculinas e não são muito femininas seguem este caminho.
O terceiro é o caminho do amor - o caminho da devoção, bhakti. Narada, Chaitanya, Meera, Sahajo, Ramakrishna - estas são pessoas que trilharam esse caminho. É o mais simples, mais direto, mais íntimo. Você não pode achar nada mais fácil. Esse é o atalho; ele não é penoso. Você não precisa fazer nada - nesse caminho, o fazer será sua destruição. Você só precisa relaxar e confiar." (Osho)
Foto: EXISTEM TRÊS CAMINHOS - OSHO  "Há três caminhos. O primeiro é o caminho da ação - o mais duro, o mais difícil, o mais masculino. Moisés, Maomé, Rama, Patanjali, Gurdjieff- essas pessoas pertencem ao caminho da ação. Algo tem que ser feito para alcançar Deus; grande esforço é necessário, esforço absoluto é necessário, ele é árduo e penoso. Mas há pessoas que sempre gostam de ir pelo caminho mais difícil. Essa é a sua escolha - elas amam isso, elas amam o desafio disso. O segundo caminho é o caminho do conhecimento. Está no meio - nem muito difícil, nem muito simples, nem muito fácil, nem muito complexo também. O primeiro é muito complexo, Gurdjieff é muito complexo; o segundo é o caminho do conhecimento, exatamente no meio. Buda - Buda chamou ou seu caminho de caminho do meio, majjhim nikai - Mahavira, Shankara, Ramana, Krishnamurti: essas são pessoas que percorrem o caminho do conhecimento. Ele não é tão árduo como o primeiro, e não é tão relaxado quando o terceiro; está exatamente no meio. As pessoas que não saõ muito masculinas e não são muito femininas seguem este caminho. O terceiro é o caminho do amor - o caminho da devoção, bhakti. Narada, Chaitanya, Meera, Sahajo, Ramakrishna - estas são pessoas que trilharam esse caminho. É o mais simples, mais direto, mais íntimo. Você não pode achar nada mais fácil. Esse é o atalho; ele não é penoso. Você não precisa fazer nada - nesse caminho, o fazer será sua destruição. Você só precisa relaxar e confiar." (Osho)

Comentários

Postagens mais visitadas