A vida pode ser tão simples.....


... e a vida pode ser tão simples!


Ins-atisfação, ins-tabilidade, ins-egurança: três ins que podem transformar a sua vida num caos, três ins que muitas pessoas usam para transformar a vida de outras num pântano do qual, depois, não conseguem desembaraçar-se. O labirinto torna-se tão complicado e muda com tanta velocidade que se torna complexo perceber qual é a saída.

Mas tem solução.

A instabilidade provocada por um dia-a-dia recheado de surpresas desagradáveis, conflitos inesperados e momentos desesperantes, produz uma sensação de falta de controlo nas atividades que realiza e nos objetivos que procura concretizar. Recuperar esse controlo é fundamental.


Por outro lado, a insegurança na vida pessoal e profissional, leva-o a crer que é incapaz de ser criador do seu próprio destino.

Perceba que a insegurança (sobretudo quando aliada à instabilidade) pode ser extrema quando, por motivos mais irreais do que fatuais, assoma como um monstro não dominável, que se apodera da sua mente. A maior parte das vezes essa insegurança é criada pelas suas experiências negativas ou por ausência de momentos de descanso ou… ou por muitas outras razões cujo fundamento pode ser resolvido.


Instabilidade e insegurança, juntos ou separados, são dois conceitos que atuam como a receita infalível de um bolo cuja massa é só meter ao forno. E sabe qual é o resultado?

Stress, náuseas, dores abdominais, suores, inquietação, alterações no humor e no ritmo cardíaco, úlceras, rigidez e dores musculares, são alguns dos sintomas fisiológicos que podem surgir se comer muito deste bolo. Medos irrealistas, sensação de perda constante, incapacidade de tomar decisões pessoais e/ou profissionais, desejo permanente de adiar resoluções, tristeza por vezes profunda alternada com sensação fugaz de felicidade, são alguns dos episódios psicológicos que também podem surgir.

E quanto à insatisfação? Quando aparece por motivos justificados que pode resolver, essa insatisfação poderá ter fundamentos plausíveis. Mas, por vezes, a insatisfação surge no dia após dia, não dá descanso a quem a sente e não consente tréguas a quem a vive. É uma procura incessante da felicidade que se torna fugaz em cada momento.


Ins-tabilidade, ins-egurança, ins-atisfação… suprimi-los pode não ser fácil, mas quem disse que é impossível?

Tudo começa por eliminar gradualmente os factores que causam ins na sua vida. Isso não significa mudar tudo, mas transformar aquilo que já possui, isto é, pensar sobre as questões e resolver as suas atitudes perante as mudanças.


E, sobretudo, alterar a forma como encara as suas capacidades a seu próprio respeito.

Veja-se a si mesmo ao espelho: é feliz?... Acha-se capaz de viver assim até ao fim dos seus dias?


Veja-se hoje, frente a frente consigo mesmo. E pergunte-se:

  • gostava de transformar a minha vida, usando a minha inteligência, resolução e criatividade?...
  • quero parar para pensar sobre isto?...


Vá devagar... olhe para trás de vez em quando para verificar as vantagens de

abandonar velhos hábitos,
rotinas negativas e
pessoas cansativas,

mas não pare, não pare nunca, nem deixe de seguir em frente!




E não use a teimosia e o orgulho como desculpa.

Peça ajuda!

Comentários

Postagens mais visitadas