Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 11, 2011

Lei do Carma... ou de causa e efeito por Deepak Chopra

"Toda ação gera uma força energética que retorna a nós da mesma forma

O que semeamos é o que colhemos

É bem conhecido o ditado “você colhe aquilo que semeia”

Portanto, não há nada de misterioso na lei do carma

Obviamente, se desejamos felicidade, precisamos aprender a semear felicidade

Carma implica, então, escolha e ação conscientes

Quer você goste ou não, tudo o que está acontecendo neste momento é resultado de escolhas feitas no passado

Infelizmente, muitos fazem escolhas inconscientes e por isso, acham que não são escolhas

Mas são...

Se eu o insulto, é provável que você escolha se ofender

Se eu lhe dirijo um cumprimento, é provável que você escolha se sentir grato e envaidecido

Pense bem: é sempre uma escolha

Toda pessoa constitui – mesmo sendo um escolhedor infinito – um feixe de reflexos condicionados

Eles são disparados, constantemente por circunstâncias e por pessoas, resultando em comportamentos previsíveis

Essas reações também são escolhas que fazemos a todo momento

Sim…

EGO, o falso centro!

"O primeiro ponto a ser compreendido é o ego.
Uma criança nasce sem qualquer conhecimento, sem qualquer consciência de seu próprio eu. E quando uma criança nasce, a primeira coisa da qual ela se torna consciente não é ela mesma; a primeira coisa da qual ela se torna consciente é o outro.
Isso é natural, porque os olhos se abrem para fora, as mãos tocam os outros, os ouvidos escutam os outros, a língua saboreia a comida e o nariz cheira o exterior. Todos esses sentidos abrem-se para fora. O nascimento é isso.
Nascimento significa vir a esse mundo: o mundo exterior. Assim, quando uma criança nasce, ela nasce nesse mundo. Ela abre os olhos e vê os outros. O outro significa o tu.
Ela primeiro se torna consciente da mãe. Então, pouco a pouco, ela se torna consciente de seu próprio corpo. Esse também é o ‘outro’, também pertence ao mundo. Ela está com fome e passa a sentir o corpo; quando sua necessidade é satisfeita, ela esquece o corpo. É dessa maneira que a criança cresce.
Primeiro ela s…

Minha trindade: vida, amor, riso

Pergunta a Osho: Por que a humanidade está tão infeliz hoje?

Yuri Gagarin, o primeiro astronauta russo, foi o primeiro homem a olhar a Lua tão de perto e o primeiro homem a olhar a Terra a tanta distância.
Quando ele voltou, disse que ficou surpreso, pois naquele momento não podia imaginar uma parte da Terra como a União Soviética, outra parte como os Estados Unidos, outra como a Índia, outra como a China;não havia partes. E a Terra toda era tão luminosa quanto a Lua. Foi preciso apenas uma distância para ver a luminosidade, porque os raios do Sol estão sendo refletidos de volta.
Se você olha da Lua, a Terra parece a Lua e a Lua parece a Terra. A Lua não brilha sobre a Lua. É nos seus olhos refletidos à distância que os raios do Sol dão luz à Lua. Yuri Gagarin não estava consciente, antes disso, de que ummilagre ia acontecer; a Lua torna-se exatamente como a Terra, e a Terra torna-se luminosa. A Terra é oito vezes maior que a Lua, e por isso sua luz também é oito vezes maior. É enorme, i…