Frustração? Nunca mais!!

Frustração

Pare de procurar preencher as expectativas dos outros e pare de esperar que os outros preencham as suas. Lembre-se: se você sofrer, você estará sofrendo por sua causa; se os outros sofrem, eles sofrem por causa deles. Ninguém sofre por causa dos outros – lembre-se disso profundamente. Somente, então, você será capaz de ser realmente sincero para com seu ser interior.”
Osho

Lendo esta frase do Osho vemos mais uma vez e sob outro ponto de vista, que somos absolutamente responsáveis por tudo o que acontece em nossas vidas…

Chegar a esta conclusão dá um “friozinho na espinha”, afinal de contas, não queremos nada de ruim para nós mesmos, certo? E como é que podemos ser responsáveis pelas “coisas ruins” que nos acontecem? Somos masoquistas, então? Gostamos de sofrer? Claro que não!

Queremos sempre o melhor, mas nem sempre ele vem… Onde é que está o erro? O que fizemos para nos sentirmos tristes ou frustrados? Afinal, se somos 100% responsáveis pelas nossas escolhas e só queremos que aconteçam coisas boas em nossas vidas, porque sofremos e nos frustramos?

A resposta é simples: criamos expectativas…

Se você parar para refletir agora, verá que tudo o que te causou desconforto ou sofrimento, aconteceu em função de uma expectativa que você criou…

Veja alguns exemplos:

- Se você está chateado(a) com alguém, por conta de uma atitude que essa pessoa tomou, quem gerou o problema? Você!!! Afinal, você esperava que a pessoa agisse de uma forma diferente…Da forma como você, talvez, agiria… Você esperava e não o outro! O outro fez o que achou correto naquele determinado momento… A expectativa era sua…

- Se você está triste porque o seu amigo(a) não compreendeu determinado sentimento que você expôs, quem é o responsável por essa tristeza? Você!! Afinal, você achou que ele entenderia… Mas ele(a) compreendeu da maneira que lhe foi possível… Mais uma vez, foi a sua expectativa…

- Se você está frustrado(a) com o seu parceiro porque ele não te trata da forma como você gostaria, quem é o responsável por essa frustração? Você!! Afinal, o seu parceiro(a) está agindo de acordo com a verdade dele… E não de acordo com a suaverdade… Mais uma vez, a sua expectativa…

Eu poderia citar centenas de exemplos, afinal de contas, as expectativas que criamos em relação às pessoas, são as grandes vilãs… Que nos tiram do eixo… Nos fazem sofrer… E que geram frustrações…

A não criação de expectativas em relação ao outro não é uma tarefa simples… Aliás, eu diria que é bastante trabalhosa… É preciso identificá-las… Compreender o que é seu e o que é do outro… Compreender que cada um vive a sua verdade… Compreender que cada um age da forma que acredita ser a correta, em determinado momento… E é preciso compreender verdadeiramente e não “da boca para fora”.

E fazer tudo isso é uma questão de auto-conhecimento e muito treino…

Gostaria de complementar este post com mais uma frase do Osho:

“Uma vez que você abandone as expectativas, você aprendeu a viver. Então tudo o que acontece o(a) deixa satisfeito(a), seja o que for. Você nunca fica frustrado, simplesmente porque, em primeiro lugar, você não estava esperando nada. Assim, a frustração é impossível. A frustração é uma sombra da expectativa. Com o abandono da expectativa, a frustração cai por sua própria conta.”

Comentários

Postagens mais visitadas