Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 25, 2010

A dor do abandono

Era uma manhã de sol quente e céu azul quando o humilde caixão contendo um corpo sem vida foi baixado à sepultura.
De quem se trata? Quase ninguém sabe. Muita gente acompanhando o féretro? Não. Apenas umas poucas pessoas. Ninguém chora. Ninguém sentirá a falta dela. Ninguém para dizer adeus ou até breve.
Logo depois que o corpo desocupou o quarto singelo do asilo, onde aquela mulher havia passado boa parte da sua vida, a moça responsável pela limpeza encontrou em uma gaveta ao lado da cama, algumas anotações. Eram anotações sobre a dor… Sobre a dor que alguém sentiu por ter sido abandonada pela família num lar para idosos…



Talvez o sofrimento fosse muito maior, mas as palavras só permitem extravasar uma parte desse sentimento, grafado em algumas frases:
Onde andarão meus filhos? Aquelas crianças ridentes que embalei em meu colo, alimentei com meu leite, cuidei com tanto desvelo, onde estarão? Estarão tão ocupadas, talvez, que não possam me visitar, ao menos para dizer “olá, mamã…

OS SETE PASSOS PARA A SUPERAÇÃO DO CONTROLE DO EGO

Aqui estão sete sugestões para ajudá-lo a transcender os conceitos enraizados do orgulho. Foi escrito com o intuito de preveni-lo contra a falsa identificação com o ego orgulhoso.


1. Pare de se sentir ofendido.


O comportamento de outras pessoas não é motivo para se sentir imobilizado. Existe a ofensa apenas quando você se enfraquece. Se procurar por situações que o aborreça, as encontrará em cada esquina. É o ego no controle convencendo você que o mundo não deveria ser do jeito que é. Mas é possível tornar-se um observador da vida e alinhar-se com o Espírito da Criação universal. Não se alcança o poder da intenção sentindo-se ofendido. Procure erradicar, de todas as formas possíveis, os horrores do mundo que emanam da identificação maciça do ego, e esteja em paz. Assim como nos lembra o Curso em Milagres a paz está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz. O Ser está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz. Ficar ofendido cria o me…

Com a fonte de amor, inerente em cada ser vivo:

O amor é inerente a cada ser vivo. Desde as plantas, animais até minerais. A Natureza, como já expliquei acima, é amorosa em todos os sentidos e nos oferece esse amor de várias formas. Nós é que temos que entrar em harmonia com ela, nós é que abusamos e a destruímos. Mas apesar da Natureza estar mostrando algumas faces que alguns consideram como "revolta da natureza", nada mais é do que resposta às nossas ações. Fenômenos climáticos que causam maremotos, incêndios, terremotos e outras catástrofes "naturais" são conseqüências, muitas vezes, das ações que o ser humano vem fazendo à Terra. Mas isso também é para chamar nossa atenção, é como o bebê que não recebe seu alimento e chora alto. O amor a que estou me referindo não é apenas esse, mas o todo: o amor que você tem no seu coração pelos seus filhos e familiares, amigos e parentes, e aquele que você deveria nutrir pelos seus &q…

CComo identificar quando estamos sendo atacados?

Na maioria das vezes sem saber nos defender ou renovar nosso campo energético fortalecendo-o, acabamos criando um sistema de ataque x agressão, visando nossa defesa.
Ao sentirmos que nos sugam energeticamente criamos uma aura porco espinho que é uma forma de defesa x sugação.
Tornamos nosso campo áurico carregado de cor escura.
As pessoas que sugam nossa energia o fazem:
*através de um toque, com o qual nos sentimos mal;
*nos agridem com palavras;
*nos olham com olhar de peixe morto, olhar vazio ou vidrado, olhar de sugação, passam a impressão que estão fora de si ou em consciência alterada, podem ser pessoas com problemas sérios, drogados, traumatizados ou mesmo problemas mentais e psicológicos, essas pessoas estão desligadas de sua fonte de sentimentos e não se abastecendo, buscam sugar os outros.
*A sucção oral... a pessoa fala em excesso, não nos dando tempo para pensar, tentando…