Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 20, 2010

Dia do Amigo

Canção Da América Milton Nascimento
Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir

Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou

Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam "não"
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração

Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

O Toque como via de acesso

Pensemos um pouco sobre a expressão “com tato”...
Falar, agir com tato significa ser cuidadoso, delicado, respeitoso. Mas é também agir e falar através do sentido do tato, do contato entre peles, entre corpos. Talvez por isso a expressão tenha se impregnado desse significado de delicadeza e cuidado. Falar com o tato é comunicar-se através da linguagem corporal mais arcaica e profunda, primordial.
Dentro da barriga da mãe o tato é o primeiro sentido que se desenvolve. Vamos crescendo dentro de nossa mãe imersos em sensações táteis, até chegar um ponto em que as costas e o útero parecem fundidos, como um abraço contínuo, que nos estimula e acolhe. Essa comunicação afetiva é estabelecida na origem através da linguagem corporal. A função psíquica, então, se apóia e se desenvolve a partir da vivência corporal. Esta vivência, no quadro de uma relação segura, dá acesso a um sentimento de base que garante ao sujeito a integridade do seu envelope corporal.
As mãos são as partes do…