Pular para o conteúdo principal

Arquétipos do Amor...




“A alegria do amor só é possível se você tiver conhecido a alegria de estar sozinho, porque só então você terá algo para compartilhar. De outra forma, serão dois mendigos se encontrando, agarrando-se um ao outro, mas não poderão obter o êxtase. Criarão infelicidade para ambos, porque cada um irá esperar em vão, que o outro o preencha. E o outro está esperando a mesma coisa”. (Osho)



O conceito de almas gêmeas é um arquétipo coletivo que nos fazer acreditar que outra metade de nosso ser nos completará. É uma ilusão, porque nos tornamos capazes de encontrar um parceiro ideal quando estivermos plenos de nós mesmos. Antes de estar inteiro e pronto para compartilhar o seu frescor, você apenas atrairá parceiros “problemas”. É a lei do universo e nada a transformará em função de você estar se sentindo só. O sentimento de carência e solidão advém do abandono dos nossos centros de felicidade. Quanto mais precisamos de alguém para nos sentir felizes, mais passageira e limitada será a felicidade. A causa de qualquer carência é a incapacidade de desenvolver um relacionamento inabalável com a própria fonte espiritual. Se nos sentirmos felizes internamente e de bem com nossa individualidade, então uma cumplicidade com o outro poderá ser dividida em forma de comunhão. O amor é um compartilhar e não um remédio que vai nos salvar dos problemas. A felicidade não virá através do encontro com o parceiro; você encontrará um relacionamento ideal a partir do momento em que encontrar a alegria da sua alma. Em meio a uma maturidade espiritual, um relacionamento amoroso saudável e afortunado pode ser possível.

Ativar no universo a mesma probabilidade.
Quando miramos um amor ideal, estamos fornecendo pistas a nós mesmos de que podemos ser o ideal que almejamos através das qualidades que projetamos no outro. Se você puder verdadeiramente abraçar todos os aspectos do seu ser e confiar na plenitude da sua beleza como ser humano, a vida assumirá a postura de um grande amante. Nada é mais atraente e amável do que as pessoas que se sentem confortáveis com a própria individualidade. A mente é medrosa e insegura diante da capacidade de ser digna de amor; contudo a alma reconhece apenas o amor em cada canto do mundo. Você estará encontrando o amor quando sentir que a alma está em fusão com todas as partes do seu ser. Este alinhamento de luz lhe fornecerá todos os ingredientes para a materialização de seus ideais mais secretos. A mente nunca é capaz dessa fusão, pois está mais atenta a superfície banal da vida. Quando você se apaixona por si mesmo, por um ideal de vida ou pela sua criação de uma parceria amorosa todas as curas são possíveis. Encontrar essa fonte de paixão é estar em contato com a estrutura bioquímica que regenera o seu corpo físico. E você não precisa estar enamorado de alguém para promover o êxtase que a alma transmite para o corpo em forma de cura. Todos os seus centros vibracionais podem exalar amor sem motivo algum. Este é o hábito dos santos criadores de milagres; eles geravam tanta energia que eram capazes de originar todo o tipo de evento nos domínios da matéria. A paixão é o reflexo da santidade; é impossível sentir Deus em tudo sem estar apaixonado – Todo o apaixonado conheceu a face de Deus de perto. A energia vinda do amor é plenamente criativa. A fonte da paixão está dentro de nós e se a paixão diminui é porque estamos perdendo o contato autêntico com a alma. O amor renova a sua vida, cura suas feridas e o alimenta de energia criadora. Para descobrir o quão apaixonado você é, olhe para as coisas que já criou ao seu redor. A sua vida adveio de um estado de profundo querer, de uma paixão por nascer e estar fazendo parte deste mundo. Nada pode ser criado sem paixão e sem amor: até mesmo quando um Buda entra em estado meditativo por meses ele está repleto de paixão em seu centro. E esse estado de plenitude cósmica alimenta o seu corpo e o mantém pleno e sereno de si mesmo, em êxtase com o seu mundo interior. Esse estímulo espiritual é um poder que todo o ser humano possui e pode gerar internamente através de seus ritmos vibracionais. O maior desperdício é jogar o amor fora em função das mesquinharias da mente que opta sempre por sustentar uma atitude de controle.

Arquétipos estão dentro da criação coletiva do mundo e da sua própria criação individual que modela o seu destino. “Eva se fez a partir da costela de Adão”. É um arquétipo de uma história mítica. Na verdade, Adão sentiu a necessidade de criar uma parceira através de si próprio. Não por acaso, a costela de Adão simbolicamente representa o chakra emocional por onde flui o nosso maná criativo.Quando encontramos alguém que preenche aquilo que vínhamos desejando encontrar em um parceiro, estamos vivenciando o poder da nossa criação. Quero isso, gosto disso e imagino me apaixonar por alguém que tenha certas qualidades específicas... E então, você começa a dar abertura criativa para o seu próprio arquétipo. E quando miramos um ideal é para lá que todo o nosso ser está indo. Quando admiramos o nosso ideal, nos tornamos seu reflexo no percurso da própria busca. Almas gêmeas representam o casal que se tornou igual em vibração, em conduta e em freqüências energéticas. No momento em que desejamos o melhor, estamos nos propondo a SER a natureza da nossa intenção.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

12 maneiras de jogar energia fora...

Por mais que existam pessoas desequilibradas e difíceis nós é que somos responsáveis pelas nossas energias e cabe a cada um de nós preservá-la e administrá-la da melhor forma possível. Existem “receitinhas”, orações, banhos, cristais e um arsenal de proteção, que são válidos e eficientes até um certo ponto. Porque aquele que não assume a responsabilidade por suas venturas e desventuras sempre estará vulnerável às energias ao seu redor. Sabe por que o outro rouba a sua energia? Porque você deixa a porta aberta!!! E depois ainda diz que a culpa é do outro… Para ajudar a refletir, fiz uma listagem de doze atitudes (e olhe que a lista é imensa!) que gastam uma tremenda energia vital. Uma vez desvitalizado e sem proteção fica fácil para qualquer um chegar perto e perturbar seu equilíbrio. Use esta listagem também para pensar porque a prosperidade às vezes passa longe de você. A energia que seria usada para atrair o bem, a felicidade, o amor, o dinheiro acaba sendo gasta de …

Agradecer sempre!!!

Você sabia que o Universo se comunica conosco o tempo todo e nos envia respostas, mensagens e sinais, de acordo com nossos desejos e necessidades? Estes sinais se manifestam através do fenômeno que conhecemos como sincronicidade, ou seja, no momento em que você necessita de algo, ou de que alguma situação aconteça, aquilo se manifesta repentinamente em sua vida. Mas eles não se apresentam somente com soluções grandiosas ou espetaculares. Manifestam-se igualmente nos acontecimentos rotineiros. A prova incontestável de que você está vivendo e atuando numa parceria harmoniosa com a vida, é a presença destas sincronicidades em seu dia-a-dia. Para percebê-las, é necessário que você esteja atenta e consciente de que o Universo sempre responde, de alguma forma, a todos os seus pedidos. Se você vinha recebendo estes presentes e, de repente, eles pararam de acontecer, saiba que algo saiu do eixo em seu plano de vida..... É indício de que você se deixou perturbar por alguma forma de negativida…

עילי בוטנר ורן דנקר - בואי נעזוב