Alma de mulher...




“Ser mulher é conhecer o mais íntimo sentimento

Para tornar forte e iluminada a sua consciência.
Lançadora destemida das máximas cartadas,
Cria, sonha e sem temor se enlaça nas essências.

Como que levada por um redemoinho incandescente,
Surge a cada névoa o seu clarão íntimo inesgotável,
Que ilumina a alma de cada pensamento profundo,
Rasgando-lhe as vestes e deixando-a devassável.

Conhece a magia de todas as fases e forças da lua,
Sempre busca em zonas abissais o mistério submerso,
Energiza-se no sol, sempre, como seu amigo maior,
Pondo tudo o que ela sente na alma, num só verso.

Ela, como ser é misterioso e único, vive inebriado e inebria,
Cantadora de encantos, desencontros e da plenitude da vida,
Consegue revelar, em palavras, o semblante do seu semelhante:
Que ares demonstra e, com precisão, descreve-lhe as desditas.

Como um mágico especializado em camuflar-se,
Segue a sua sina sem reclamar, porque ama,
Ama o outro como a si mesma e sabe disso,
Porque perpassa agonias e delas não reclama.

Especialista, é sábia conhecedora da alma e da dor alheia,
Seja ela colhida tenramente, ou a que se arrasta até madurar.
Mestra em metáforas, rimas e métricas, abraça o universo,
Mas nem sempre é feliz, pois lhe escapa a própria arte de amar..."

Autor Desconhecido

Comentários

Postagens mais visitadas