Pular para o conteúdo principal

SIndrome de Peter Pan, já ouviu falar? Homens que não crescem

~
A tarefa principal dos adolescentes em nossa cultura é emancipar-se psicologicamente de seus pais deixando de lado a dependência que tinha quando criança. Antes de poder desenvolver uma relação adulta com seus pais, o adolescente primeiro deve distanciar-se da forma como se relacionava com eles no passado. É normal que este processo seja caracterizado por uma certa dose de rebeldia, desafio, insatisfação, confusão, inquietude e ambivalência. As emoções geralmente estão exaltadas. As flutuações amplas do estado de humor são comuns. Na melhor das hipóteses, esta rebeldia do adolescente continuará por aproximadamente 2 anos; não é raro que persista durante 4 a 6 anos.

De todos os adolescentes são esperados comportamentos rebeldes e a rebeldia já virou, inclusive, sinônimo de adolescência. Esta relação feita entre esta fase da vida e este padrão comportamental faz com que a rebeldia seja entendida como uma característica própria da idade, que passa com o tempo e que, como tal, não pode ser solucionada nem discutida. Na verdade a rebeldia é um comportamento comum na fase adolescente, comum no sentido de freqüente e não de próprio desta fase. O próprio da fase adolescente, universal e que inevitavelmente acontece com todos os jovens normais, são as mudanças corporais, o aparecimento do interesse sexual, a mudança de outros tipos de interesse e uma nova forma de se relacionar com o mundo, que não é mais infantil nem adulta e que, portanto, caracterizam uma fase de transição muito marcante.


Tal rebeldia, porém, pode ser apenas uma reação à falta de jeito dos adultos para lidar com esta nova fase, da falta de compreensão, apoio e esclarecimento das modificações, que podem assuntar o adolescente, se forem absolutamente desconhecidas, e de outros problemas de trato com esta pessoa, que não pode mais ser tratada como a criança que era, e que não tem maturidade suficiente para assumir uma vida adulta.


Diante disso, é comum que os adolescentes juntem-se a um grupo. A imersão em um grupo de amigos é uma das etapas essenciais do desenvolvimento dos adolescentes. O jeito de se vestir, de falar e agir de forma diferente dos adultos podem ajudá-lo a sentir-se independente.

Ainda, tal rebeldia faz com que todos os adolescentes já tenham, pelos menos algum dia, pensado em fugir de casa, ou, à medida que crescem e se instruem politicamente, quererem destituir os governantes do poder, através de revoluções, professarem idéias radicais e a aceitarem mais facilmente teorias coletivistas, em razão do fato de pertencer a um grupo onde todos são mais ou menos "iguais" (o que podemos chamar de "socialismo hormonal").





O problema surge quando tais características perduram e o adolescente se nega a crescer e assumir suas responsabilidades, que é a psicologia chama hoje de "Síndrome de Peter Pan".

Peter Pan é uma personagem criada por J. M. Barrie, personificado por um adolescente que se recusa a crescer e que passa a vida a ter aventuras mágicas num lugar chamado "Terra do Nunca" pelo resto da vida.

Embora não haja evidências de que seja uma doença psicológica real - e por isso não está referenciada nos manuais de transtornos mentais -, a chamada "Síndrome de Peter Pan" foi aceita em psicologia desde a publicação de um livro escrito em 1983 pelo Dr. Dan Kiley: "The Peter Pan Syndrome: Men Who Have Never Grown Up" (A Síndrome de Peter Pan: Homens que Nunca Crescem).


Esta síndrome caracteriza-se por determinados comportamentos imaturos em aspectos comportamentais, psicológicos, sexuais ou sociais. Segundo Kiley, rasgos de irresponsabilidade, rebeldia, cólera, egocentrismo, dependência, negação ao envelhecimento. Ou seja, comportamentos típicos da adolescência.


O relógio do tempo parou para o Peter Pan. Ele se recusa a envelhecer e a entender as suas verdadeiras responsabilidades na sociedade. Está sempre querendo estar com os adolescentes, que considera seu grupo e, de preferência, é tão ou mais rebelde que aqueles.

E nada é mais perigoso do que gente imatura, convencida de que é generosa e libertária, e imbuída da missão auto-conferida de transformar o mundo à revelia dele. No grupo, doutrinam, aliciam e enganam os demais
Mas muitos destes "eternos adolescentes" acabam por reconhecer a própria doença e ir-se tratar, e assim, acabamos por ver um fenômeno bastante conhecido


È um estado de imaturidade emocional que começa com a ansiedade e narcisismo e termina em desespero.

é um fenômeno sociopsicológico detetado em homems que, embora tenha atingido a idade adulta, são incapazes de encarar os sentimentos e as responsabilidade s dos adultos.

No esforço de esconder seus fracassos, recorrem ao fingimento e a falsa alegria.

É a versão masculina do complexo de Cinderela.


É aquele menino que vira homem, mas que só vive o aqui e o agora, só quer aventuras e tem a necessidade de mostrar o seu poder. Por isso, nada impede do homem Peter Pan ser bem sucedido, mas ele adora sair e gastar com os prazeres da vida. Para ele, o relacionamento com uma mulher é uma grande brincadeira.

Como o relógio do tempo do Peter Pan parou, ele se sente um garotão e, se não mora mais com os pais, vai procurar uma casa perto, pra pedir socorro na arrumação. Isso demonstra uma insegurança. Ele é do tipo que quer a casa arrumada, mas não vai ter o trabalho e se for casado, deixa tudo por conta da esposa e pede opinião até pra saber o cabelo está bom, diz a psicóloga.



Às avessas
É claro que existem exemplos ao contrário. Mulheres que só querem aventura e não querem se ligar a ninguém e homens que sonham em encontrar a princesa. De preferência que esta "princesa" seja virgem e mais nova que ele. "Assim, ele pode exercer seu poder e mostrar toda sua experiência. Normalmente, um casal assim acaba se completando"

Bem , de certa forma esta nos contextos atuais e pode estar dentro de sua família.E a sua melhora requer um tratamento terapêutico, o que muitas vezes é dificíl a família entender, ja que em muitos casos aos olhos de leigos é tido como infantilidade, ou " ele é estranho", ou daqui a pouco ele melhora amadurece e por ai vai......

Sendo assim....


A principal temática da história de Peter relaciona-se com o crescimento (ou não), querendo o personagem manter-se sempre criança, para assim evitar as responsabilidades da vida adulta. A Síndrome de Peter Pan tornou-se um termo psiquiátrico usado para descrever um adulto que receia os comprometimentos e/ou se recusa a agir conforme a sua idade.
Concluindo, muitas pessoas não percebem por desconhecer esta sindrome, teêm na casa uma portador e atribuem a esquizitice, as brincadeiras sem compromisso, a uma infantilidade ou até mesmo reforçando este tipo de comportamento. Se faz necessária atenção, pois pessoas assim não possuem ou não querem assumir responsabilidade de seus atos podendo ocasionar danos a terceiros. Desta forma é mais eficaz um tratamento Picoterápico ao invés de fingir que não esta vendo, ou inocentar esperando uma amadurecimento que nunca virá, situação bem pior para os portadores desta sindrome.


Afinal você já deparou com pessoas assim?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

12 maneiras de jogar energia fora...

Por mais que existam pessoas desequilibradas e difíceis nós é que somos responsáveis pelas nossas energias e cabe a cada um de nós preservá-la e administrá-la da melhor forma possível. Existem “receitinhas”, orações, banhos, cristais e um arsenal de proteção, que são válidos e eficientes até um certo ponto. Porque aquele que não assume a responsabilidade por suas venturas e desventuras sempre estará vulnerável às energias ao seu redor. Sabe por que o outro rouba a sua energia? Porque você deixa a porta aberta!!! E depois ainda diz que a culpa é do outro… Para ajudar a refletir, fiz uma listagem de doze atitudes (e olhe que a lista é imensa!) que gastam uma tremenda energia vital. Uma vez desvitalizado e sem proteção fica fácil para qualquer um chegar perto e perturbar seu equilíbrio. Use esta listagem também para pensar porque a prosperidade às vezes passa longe de você. A energia que seria usada para atrair o bem, a felicidade, o amor, o dinheiro acaba sendo gasta de …

Agradecer sempre!!!

Você sabia que o Universo se comunica conosco o tempo todo e nos envia respostas, mensagens e sinais, de acordo com nossos desejos e necessidades? Estes sinais se manifestam através do fenômeno que conhecemos como sincronicidade, ou seja, no momento em que você necessita de algo, ou de que alguma situação aconteça, aquilo se manifesta repentinamente em sua vida. Mas eles não se apresentam somente com soluções grandiosas ou espetaculares. Manifestam-se igualmente nos acontecimentos rotineiros. A prova incontestável de que você está vivendo e atuando numa parceria harmoniosa com a vida, é a presença destas sincronicidades em seu dia-a-dia. Para percebê-las, é necessário que você esteja atenta e consciente de que o Universo sempre responde, de alguma forma, a todos os seus pedidos. Se você vinha recebendo estes presentes e, de repente, eles pararam de acontecer, saiba que algo saiu do eixo em seu plano de vida..... É indício de que você se deixou perturbar por alguma forma de negativida…

עילי בוטנר ורן דנקר - בואי נעזוב