Pular para o conteúdo principal

Complexo de Cinderela

[cinderella_1.jpg]

Complexo de Cinderela

Este é um termo decorrente de um personagem de conto de fadas que consiste num desejo psíquico emocional de algumas mulheres para livrar-se de suas responsabilidades básicas, tentando para isso encontrar alguém que se disponha a sustentá-las e protegê-las material e moralmente.


O ser humano estrutura-se desde o momento da concepção, movido por instintos que o impulsionam a ir em busca dos prazeres da vida, porém o instinto de morte é um freio que o equilibra e impõe um mecanismo de defesa regulando suas experiências de aprendizagem em conhecer o objeto causado por impulsos e desejos que seguem em direção da satisfação pela necessidade do prazer , da conquista e realização do sonho secreto.


Porém este instinto pode encontrar impeditivos na vida real, que se estruturam através das concepções morais que regulam a vida e a convivência social, estes criam barreiras a realização desses desejos através da realidade, ou seja, na compreensão diária do que pode e do que não pode, que por fim resulta na perda do objeto amado e causa a frustração.


Esta energia gerada pelo impulso de vida sofre pressão contrária do impulso de morte, o mesmo frustra o investimento de energia e causa a necessidade de descarga que fará com que o ser tente encontrar um objeto substituto que o possibilite substituir o objeto inicial por outro.


Dessa forma a simbolização é um mecanismo de defesa do ser humano proporcionando a vida por movimentos do conhecer, desejar, perder, substituir e realizar.


Através da simbolização é possível aprender que é necessário perder o objeto desejado para então ganhar e apropriar-se de outro, onde o indivíduo em desenvolvimento aprende que a vida é uma troca, quando substitui algo este simboliza em sua mente e então amadurece.


Todos nós passamos por momentos de perdas importantes desde o nosso nascimento que inicia-se com o corte do cordão umbilical, com o desmame, com o desfralde (sair das fraldas), processos que são vivenciados até os 5 anos de idade, experiências essenciais para a formação psíquica, física e emocional do indivíduo, que segue seu desenvolvimento simbolizando os afetos paternos através das imagens fictas do mundo ou da imaginação.


Essa simbolização dos afetos paternos mais tarde será substituída pela busca do conhecimento ,

É exatamente neste momento que o Complexo de Édipo nos homens e Complexo de Electra nas mulheres considerado pela psicanálise a pedra angular das Neuroses originadas pela Angustia em conjunção com o Complexo de Castração que tornam-se estruturas fundamentais da personalidade e fundamentam o desejo de ter, ser e saber do ser humano.


Embora a mente humana passe por um mecanismo complexo em sua formação, a simbologia das fábulas infantis constituem importante instrumento no espaço psicopedagógico tanto no tratamento infantil, quanto no adulto, pois levam o indivíduo ao sonho, deixando viva a esperança de realização de suas fantasias, que iluminam o ser humano no que lhe é próprio da vida psíquica em conjunção com a vida física e emocional através do“SONHAR, SIMBOLIZAR E REALIZAR”.


Então o Complexo de Cinderela nada mais é do que a estagnação da energia do impulso realizador de desejos em um período de desenvolvimento psicológico do indivíduo uma fase de formação conhecida como complexo de Édipo.

Embora pareça estranho, esse fenômeno pode ocorrer tanto em mulheres quanto em homens cujo o psiquismo feminino esteja acentuadamente voltado ao desejo de proteção afetiva principalmente paternas que lhes possibilite tanto a ajuda quanto a sustentação em suas atividades.


Esses indivíduos vivem como se estivessem a esperar a figura de um príncipe ou princesa ( Pai e Mãe) tornam figuras idealizadas e imaginárias quase sempre projetadas para o casamento .

O que muitas vezes leva o indivíduo a decepções ou frustrações afetivas, quando o ser amado não atende ou corresponde suas expectativas e ansiedades psíquicas.


O Complexo de Cinderela pode ser prejudicial ao desenvolvimento psicológico e ao equilíbrio emocional quando decorre da ociosidade, dos medos ou fobias, causados por mágoas frustrações, ressentimentos, desejos de vingança ou incompreensão do impedimentos impostos pelas realidades concretas da vida.


Este complexo leva o indivíduo a projetar um modelo afetivo inexistente, porém nem todos que procedem assim são portadores do Complexo de Cinderela, pois tanto homem quanto mulher projetam um modelo de perfeição física, intelectual e moral naqueles que buscam se ligar afetivamente ou idealizam alguém que atenda a todas as exigências de perfeição para se casarem.


Contudo os modelos afetivos projetados para a satisfação afetiva resultam por várias vezes em decepções... realizando o jargão do Príncipe que virou Sapo e da Princesa que virou Gata Borralheira.

Mesmo assim é possível que ocorra a realização da idealização do parceiro e nesses casos se estabelece a afeição sincera.


E como a vida é uma oportunidade constante de aprendizado, também é possível perceber no ente querido o que é real e o que é fantasia, mesmo com a projeção idealizadora da melhor imagem para a persuasão a fim de impressionar aquele a quem está ligado afetiva ou socialmente.


Sendo que, através da observação pode compreender a natureza íntima de alguém, perceber as características positivas e negativas, potencialidades e limitações intelecto morais, e assim evitar as amarguras, desilusões, angustias e traumas psicoemocionais, além do impulso de condenar, julgar e agir precipitadamente.


Dessa forma assumir o desenvolvimento em si daquilo que exige do outro á assumir a responsabilidade por si mesmo, que oferece o amadurecimento psicológico e a possibilidade de realmente encontrar a paz para vivenciar inúmeros momentos de felicidade e crescimento do amor.


Uma vez que o relacionamento já não é mais uma doença desenvolvida pela dependência afetiva, característica do Complexo de Cinderela a escolha torna-se a opção por amar seu objeto erótica e incondicionalmente.



De forma que a relação já não é mais uma necessidade de se sentir feliz, mas de fazer o outro feliz, essa é a oportunidade de vivenciar o verdadeiro amor que foi ansiado e buscado por todo o período de formação psicológica infantil do indivíduo, que só é possível encontrá-lo e vivenciá-lo quando se solta as amarras da infantilidade psíquica ao assumir a responsabilidade por si sem medo de amadurecer e crescer para gozar da possibilidade de se dar aquilo que sempre foi esperado, liberdade para Ter e então Ser Feliz para Sempre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

12 maneiras de jogar energia fora...

Por mais que existam pessoas desequilibradas e difíceis nós é que somos responsáveis pelas nossas energias e cabe a cada um de nós preservá-la e administrá-la da melhor forma possível. Existem “receitinhas”, orações, banhos, cristais e um arsenal de proteção, que são válidos e eficientes até um certo ponto. Porque aquele que não assume a responsabilidade por suas venturas e desventuras sempre estará vulnerável às energias ao seu redor. Sabe por que o outro rouba a sua energia? Porque você deixa a porta aberta!!! E depois ainda diz que a culpa é do outro… Para ajudar a refletir, fiz uma listagem de doze atitudes (e olhe que a lista é imensa!) que gastam uma tremenda energia vital. Uma vez desvitalizado e sem proteção fica fácil para qualquer um chegar perto e perturbar seu equilíbrio. Use esta listagem também para pensar porque a prosperidade às vezes passa longe de você. A energia que seria usada para atrair o bem, a felicidade, o amor, o dinheiro acaba sendo gasta de …

Agradecer sempre!!!

Você sabia que o Universo se comunica conosco o tempo todo e nos envia respostas, mensagens e sinais, de acordo com nossos desejos e necessidades? Estes sinais se manifestam através do fenômeno que conhecemos como sincronicidade, ou seja, no momento em que você necessita de algo, ou de que alguma situação aconteça, aquilo se manifesta repentinamente em sua vida. Mas eles não se apresentam somente com soluções grandiosas ou espetaculares. Manifestam-se igualmente nos acontecimentos rotineiros. A prova incontestável de que você está vivendo e atuando numa parceria harmoniosa com a vida, é a presença destas sincronicidades em seu dia-a-dia. Para percebê-las, é necessário que você esteja atenta e consciente de que o Universo sempre responde, de alguma forma, a todos os seus pedidos. Se você vinha recebendo estes presentes e, de repente, eles pararam de acontecer, saiba que algo saiu do eixo em seu plano de vida..... É indício de que você se deixou perturbar por alguma forma de negativida…

עילי בוטנר ורן דנקר - בואי נעזוב