Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 9, 2009

NAO ACEITE TUDO......

Não aceite tudo que lhe digam, passe tudo pelo crivo da consciência
***********Para viver Bem...
Entenda que vivemos num mundo onde somos constantemente bombardeados por todos os tipos de informações.
Informações verdadeiras e falsas, boas e más, e elas nos chegam de todos os modos possíveis.
É necessário não aceitarmos tudo que entre em nossa mente.
Necessitamos parar diversas vezes ao dia e analisarmos as informações que obtemos.
Assim como na limpeza que é feito na casa física, também na mental devem ser expelidos todos os assuntos que não nos servem ou que possam nos prejudicar, deixando somente os que forem bons e nos auxiliem positivamanete.

FILOSOFANDO: QUANTAS VEZES, NÓS NOS PERMITIMOS ACREDITAR, EM PESSOAS OU NO QUE ELAS DIZEM, POR QUE NÃO NOS AMARMOS O SUFICIENTE, PARA NEGAR, O JUÍZO QUE NOS FAZEM. TOMAMOS SUA OPINIÃO COMO VERDADEIRA E INTROJETAMOS.
PERMITIMOS QUE O CONCEITO, PRÉ-ESTABELECIDO, DE QUEM NÃO NOS CONHECE A FUNDO NOS MACHUQUE A ALMA.
NINGUÉM NOS CONHECE MAIS DO QUE NÓS ME…

OS TRÊS PRINCIPAIS TIPOS DE INTELIGÊNCIA Autor: Leonardo Boff

Uma frente avançada das ciências, hoje, é constituída pelo estudo do cérebro e de suas múltiplas inteligências. Alcançaram-se resultados relevantes, também para a religião e a espiritualidade.

Enfatizam-se três tipos de inteligência:


A primeira é a inteligência intelectual, o famoso QI (Quociente de Inteligência), ao qual se deu tanta importância em todo o século 20. É a inteligência analítica pela qual elaboramos conceitos e fazemos ciência. Com ela organizamos o mundo e solucionamos problemas objetivos.



A segunda é a inteligência emocional, popularizada especialmente pelo psicólogo e neurocientista de Harvard David Goleman, com seu conhecido livro "A Inteligência emocional" (QE = Quociente Emocional). Empiricamente mostrou o que era convicção de toda uma tradição de pensadores, desde Platão, passando por Santo Agostinho e culminando em Freud: a estrutura de base do ser humano não é razão (logos) mas é emoção (pathos). Somos, primariamente, seres de paixão, empatia e compaixão…