Sempre é tempo de recomeçar…

As vezes não é fácil recomeçar!

Ao olhar o monte de cinzas que restou,
ao ver os destroços do terremoto,
ou a lama deixada pela inundação,
o ser humano sente um desânimo até natural,
pois além de imaginar o trabalho que terá,
pensa em tudo o que perdeu,
o que ficou para trás…

Com as perdas do coração, parece pior,
ficam os cacos dos sonhos,
os pedaços de ilusões,
trincas de desejos,
restos de emoções,
e um sentimento de vazio tão grande,
um gosto amargo na boca, que lembra fel,
e aquela sensação de ter feito tudo errado…

Mas, assim como nas grandes tragédias,
o ser humano precisa encontrar forças,
seja na visão do futuro que o aguarda,
seja na solidariedade dos amigos,
seja na certeza de que não estamos sós.
ou na convicção de uma fé que desperta.

Fundamental mesmo, é gostar da vida,
acreditar que podemos mudar,
que somos capazes de construir castelos.
E reconstruir quantas vezes for necessário,
casas, sonhos e sentimentos,
porque somos frutos do amor,
que nos empurra para a vitória,
ainda que reste apenas o nosso sonho,
sempre é tempo de recomeçar…

Comentários

Postagens mais visitadas